Do Abranches ao Bairro Alto, Greca promove qualidade de vida na regional Boa Vista

Do Abranches ao Bairro Alto, Greca promove qualidade de vida na regional Boa Vista

Em 2019 os doze bairros da área de abrangência da Regional Boa Vista receberam investimentos, obras e serviços que ajudaram a melhor a vida da população

Ao longo do último ano, a Prefeitura realizou uma série de obras e implantou serviços que melhoraram a qualidade de vida de aproximadamente 248.698 pessoas que vivem na área de abrangência da Regional Boa Vista nos bairros Pilarzinho, São Lourenço, Taboão, Abranches, Cachoeira, Barreirinha, Boa Vista, Santa Cândida, Tingui, Bacacheri, Atuba e Bairro Alto.

A região foi contemplada com obras em 56 ruas, com a manutenção continua de serviços de manutenção como roçadas, podas de árvore, obras de drenagem, troca de lâmpadas e reforço na iluminação.

“Com planejamento, organização e compromisso público, estamos ouvindo as pessoas e promovendo o desenvolvimento da cidade com ações nos bairros”, diz o prefeito Rafael Greca.

A participação da população nas decisões garantiram avanços significativos aos bairros em 2019, como a ampliação do horário de atendimento na Unidade de Saúde Jardim Aliança, a implantação do programa Comunidade Escola em mais duas unidades, construção de ciclovias, expansão de linhas de ônibus, implantação de novo ponto para o programa Câmbio Verde, entre outras realizações.

“Temos mantido a cidade em dia, mas também preparando ela para o futuro com ruas revitalizadas, melhoria na iluminação, obras para prevenção de alagamentos e investimentos na saúde, na cultura e educação das pessoas”, destaca Greca.

A execução do Lote 4.1 da Linha Verde – que liga as estações Solar e Atuba, nos limites entre Curitiba e Colombo, foi retomada em 2 de dezembro. A previsão é de que, o trecho de 2,84 quilômetros seja executado em 24 meses.

21,5 km de ruas com novo asfalto

O programa da Prefeitura para a revitalização da malha viária da cidade garantiu aos bairros da regional 21,5 quilômetros de novo asfalto. Somente neste ano, 56 ruas foram ou estão sendo revitalizadas ou tiveram o saibro substituído por pavimento definitivo, dando fim à poeira e a lama que incomodava os moradores.

Fim da poeira e da lama

Por meio do programa Asfalto sobre o Saibro, três ruas foram contempladas com asfalto, estrutura completa de drenagem, instalação de galerias de águas pluviais e bocas de lobo e meio-fio. E uma nova frente de obras já foi assinada, estendendo o programa para outras quatro ruas da regional.

Zeladoria Urbana e manutenção em dia

O serviço de manutenção da Prefeitura foi constante em 2019. As equipes do Distrito de Manutenção Urbana trabalharam para manter roçados canteiros centrais e laterais de ruas, terrenos municipais, postos de saúde, escolas e pontos de ônibus.

De janeiro a novembro deste ano foram feitos 1.305.871 metros quadrados de roçadas, área oito vezes maior que o Parque Bacacheri. No mesmo período, os serviços de drenagem totalizaram 11.102 metros, enquanto as operações tapa-buraco foram executadas em 411.787 metros em ruas de pavimento rígido e conservação em 40.011 metros em ruas de saibro.

“A maioria das intervenções aconteceram atendendo à solicitação dos moradores”, diz a administradora da regional Boa Vista, Janaína Lopes Gehr.

Modernização da iluminação pública.

A Prefeitura tem investido fortemente para modernizar o sistema de iluminação pública da cidade. Nesse ano, ficaram mais iluminadas ruas do Bacacheri, Atuba, Santa Cândida e Pilarzinho, contempladas com a substituição de 2.063 luminárias de vapor de sódio por modelos de LED, que garantem mais claridade e economia.

Parques, praças e ciclovias também ganharam nova iluminação e estão mais seguros para o lazer e práticas esportivas das famílias. Foram instalados 279 pontos de iluminação em locais como os parques Nascente do Rio Belém, Parque Linear Pilarzinho, Tanguá, Barreirinha, Jardinete Landivio Tschoelke, Praça Coronel Adélio Conti e o Eixo de ciclovia da Praça Anna Maurer Rutz.

Investindo na pessoas

Os Liceus de Ofícios ofereceram 1812 vagas em cursos de qualificação profissional. De janeiro a setembro, 7.547 famílias foram atendidas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), que são a porta de entrada para os serviços da FAZ.

No mesmo período, 1.489 pessoas com direitos violados foram atendidas nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

As 19 unidades de saúde da regional realizaram 237.194 consultas médicas, 119.706 consultas com enfermagem e 200.962 procedimentos odontológicos, entre os meses de janeiro a setembro. No mesmo período foram distribuídos 29.812.278 unidades de medicamentos pra a população. Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Boa Vista foram realizados 164.086 atendimentos de emergência.

Nova sede para o CRAS

O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) Bairro Alto ganhou novas instalações para atender com mais qualidade 2,4 mil famílias da região. Localizado na Rua Jornalista Alceu Chichorro, 323, ao lado de Liceu de Ofícios, agora funciona em um prédio construído especialmente para servir como ponto de apoio às pessoas em situação de vulnerabilidade social, na Regional Boa Vista.

Curitibinhas poliglotas

22 escolas municipais passaram a oferecer o Programa de Língua Estrangeira, com aulas de inglês e espanhol, como extensão de carga horaria para os curitibinhas e as escolas Pilarzinho e CEI Augusto César Sandino foram incluídas no programa Comunidade Escola. Agora as duas abrem aos sábados para atividades de educação, cidadania, esporte, recreação, empreendedorismo e geração de renda da comunidade.

O Programa Escola Bem Cuidada recuperou e revitalizou unidades escolares que aguardavam havia anos por obras e melhorias. São exemplos as escolas municipais Theodoro de Bona, no Santa Cândida e Cerro Azul, no Tingui. A primeira recebeu melhorias no telhado e no estacionamento, a outra, a ganhou gradil para substituir o muro e em breve ganhará quadra coberta. A construção já teve início.

Fim dos alagamentos

Obras de drenagem aconteceram pelos quatro cantos da região norte dando fim aos alagamentos que eram constantes. Um exemplo é a ligação de galeria de água pluvial na Rua Percy Feliciano de Castilho, no Bairro Alto.

Também para conter as cheias foram iniciadas obras de dragagem nos lagos do Parques São Lourenço e General Iberê de Matos, o Parque Bacacheri.

A voz do Prefeitura nos bairros

O prefeito Rafael Greca dedicou atenção a ouvir e discutir as demandas dos bairros com quem vive neles. Audiências públicas como os programas Fala Curitiba e Prefeitura nos Bairros serviram para o debate direto entre as comunidades e administração. O resultado foram obras e serviços que contemplaram as prioridades das pessoas. Solicitações e críticas também foram apresentadas por ofícios e pelo serviço 156.

Exemplos deste relacionamento estão por todos os lados. A comunidade solicitou e já foi atendida na implantação de uma ciclovia no Conjunto Abaeté, no Boa Vista entre as ruas Carlota S. Araújo e Vicente Geronasso, acompanhando a margem do Rio Bacacheri, passando pela Praça Anna Maurer Rutz, no Boa Vista.

O espaço para caminhadas, passeios de bicicleta e outras práticas esportivas tem 380 metros de extensão, com 1, 5 metro de largura. A área também ganhou nova iluminação e paisagismo.

As integrantes da Associação de Moradores Mãos Amigas do Abaeté, que apresentaram a solicitação em audiência pública, Sandra Guérios e Conceição Godói Saporetti, moradoras da região, comemoram a conquista.

“Superou nossa expectativa, tanto pela qualidade dos serviços quanto na agilidade do atendimento. Fomos contemplados com espaço para cuidar da saúde e segurança”, diz Sandra.

Também foi para atender à comunidade que a cancha do Jardinete Vicente Laginestra, na Rua João Ivanoski, no Conjunto Solar, no bairro Tingui, recebeu obra de drenagem. Agora os curitibinhas podem treinar futebol e brincar a vontade porque o local não alaga mais.

A construção de lombadas está entre as demandas mais solicitadas pelos moradores da região. Para atendê-los, 20 ruas onde havia dificuldades para a travessia de pedestres ganharam lombadas.

Ligando a região metropolitana

No Santa Cândida, uma ponte de madeira foi construída sobre um córrego na rua Thereza Lopes Skroski, na divisa com Almirante Tamandaré e garantiu acesso com segurança e conforto dos moradores dos conjuntos habitacionais Aroeira IV, V e VI ao município vizinho. Antes da ponte ou os moradores arriscavam em uma passagem perigosa ou precisavam caminhar por vários quilômetros para se deslocar de um município ao outro, separados pelo córrego.

“Estamos satisfeitos por termos sido ouvidos e valorizados em relação ao que apresentamos como prioridade local. A ponte nos garantiu o acesso seguro das pessoas que transitam por aqui”, diz Fabiano Ribeiro Vieira, síndico dos residenciais Aroeira V e VI e liderança do bairro.

Outra solicitação feita e já atendida no local foi a implantação do ponto de ônibus para o transporte escolar das crianças dos residenciais Aroeiras para escolas da região.

Câmbio Verde, academia ao ar livre e ônibus perto de casa

A população que vive no Moradias Faxinal, no Santa Cândida, também se reivindicou e foi atendida. A participação nas audiências públicas garantiu aos moradores um novo ponto do programa Câmbio Verde, para a troca de resíduos recicláveis por hortifrútis, em frente ao CMEI Jardim Alegre, uma academia ao ar livre, a ampliação da linha de ônibus Banestado/Califórnia, que com novas paradas atende melhor a população e o fim do saibro na rua Paulino de Carvalho que ganhou asfalto e obras de drenagem.

“São muitas conquistas, mas o Câmbio Verde foi muito importante, a gente precisava muito dele para incentivar as pessoas a cuidarem do lixo, manter o bairro limpo e ainda receber frutas e verduras para melhorar a alimentação”, diz Sebastião Prado, o Gasolina, como é conhecido no bairro.

Também foram demandas apresentadas pela população e já contempladas a restauração da capelinha São Roque, marca da imigração polonesa no Santa Cândida, a implantação do programa Musicar na Rua da Cidadania Boa Vista, para a musicalização de crianças e adolescentes e a ampliação das atividades culturais no Centro Cultural Vilinha, no Bairro Alto

Outras conquistas asseguradas às famílias foi a revitalização da Praça José Zajak, ampliação do funcionamento da Feira da Administração Regional Boa Vista, que valoriza os artesão da região e a implantação de semáforos e sinalização em vias.

Regional Boa Vista em números

21,5 quilômetros de asfalto novo em 56 ruas da regional. Desde de 2017 foram contempladas 104 ruas, com 40 km de asfalto.

Plantio de 2.079 mudas nativas em diferentes bairros, envolvendo a participação da população

1812 vagas ofertadas pelos Liceus de Ofícios em cursos de qualificação profissional.

7.547 famílias atendidas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), entre os meses de janeiro a setembro.

No mesmo período, 1.489 pessoas com direitos violados foram atendidas nos Centros de Referência Especializado de Assistência Social (Creas).

2.063 luminárias novas luminárias de LED

Roçada em 1.305.871 metros quadrados de roçadas, área oito vezes maior que o Parque Bacacheri.

Acabou a poeira a lama: Asfalto sobre o saibro nas ruas Vera Lúcia Vieira Bartenick e Paulino Franco de Carvalho, ambas no Santa Cândida e a Rua Coronel Domingos Soares, no Bairro Alto. Vão iniciar as obras nas ruas Dozolina Slompo Lazarotto, no Boa Vista, Luciano Grácia, no Taboão, na Victório Gabardo, no Pilarzinho e na Rua Rio Araguari, no Bairro Alto

Obras de drenagem: 1.102 metros de serviços de drenagem.Entre as obras de executadas estão os serviços nas ruas Augusto dos Anjos (Barreirinha), Victor Benato (Pilarzinho), Germano Beckert (Bairro Alto) e Vicente Geronasso (Boa Vista). Também foram contempladas com ações para melhorar o escoamento de águas da chuva as ruas Adílio Ramos (Bairro Alto), Eduardo Geronasso (Bacacheri) e Humberto Cezarino (Santa Cândida).

Mais de 1.3 metros quadrados de roçadas. Área equivale a oito vezes mais que a extensão do Parque Bacacheri.

237.194 consultas médicas, 119.706 consultas com enfermagem e 200.962 procedimentos odontológicos, entre os meses de janeiro a setembro, nas 19 unidades de saúde da regional, além de 164.086 atendimentos na UPA Boa Vista.

Ruas com novo asfalto:

Pilarzinho: Ruas Victor Benato, Paulo Gusso, João Scandelari Filho, Maria Gusso Sforza, Manoel Guidolin, Lilian Júlia de Oliveira,Otalino Amado de Souza e Coronel João Meister Sobrinho, Adelina Gasparim Wille, Roberto Gava, Antônio Cesar Casagrande, Moisés Saif, Afonso Pedri

Santa Cândida: Rua João Mequetti, Ebraim Sebastião de Castro, João Antonio Gava, Elias Toufic Mansur, José Antonio Leprevost, Mobral, Nossa Senhora do Rocio, Antonio Scheidt, Ayrton Luciano Franco, Buda, João Antonio Ferreira, José Ursulino Filho, Montezuma, Sócrates, Avenida Paraná, Pedro Doska, Estrada Guilherme Weigert, Vera Lúcia Vieira Bartenick, Paulino Franco de Carvalho, Humberto Cezarino, Lourenço Volpi

São Lourenço: Travessa Pio XII, Rua Arthur Ramos, Rua Cecília de Meireles, Eugênio Guariza, Rodrigo Octávio de Langaard Menezes Filho, João Gava, Professor Nilo Brandão, Avenida Anita Garibaldi

Bacacheri: Ruas Arary Souto, Eleanor Roosevelt, Vinte e Nove de Junho, José Gulin, Rodovia Régis Bittencourt, Avenida Prefeito Erasto Gaertner, Nicarágua, Amadeu Assad Yassim, Vereador Antônio, Domakoski Bacacheri, México, Fagundes Varela, Mercedes Seiler Rocha,Professor Raul Pinheiro, Maria Beatriz Rotta

Tingui: Rua Macapá, Doutor Sátilas do Amaral Camargo, Edmundo Alberto Mercer, João Batista Trentin, Joaquim Nabuco, Nicolau Salomão, Alferes Marcílio Machado, João Ivanoski, Osvaldo Portugal Lobato, Júlia Skora

Bairro Alto: Rua Rio Jari, Albino Kaminski, Rio Pelotas, Estrada da Graciosa, Laranjeiras, Indaiá, Ingabaú, Mario do Amaral, José de Oliveira Franco, Pedro Eloy de Souza, Coronel Domingos Soares, Ada Macaggi, Napoleão Bonaparte.

Taboão: Ruas José Carlos Ribeiro Ribas, Acesso interno do Parque Tanguá, Maria de Lourdes Mickosz

Boa Vista: Paolo Battan, Waldemar Portugal Freixo, Antônio Gongola, Marcelino Nogueira, Simão Mansur, João Havro

Atuba: Sebastião Gonçalves Pinto, Margarida Fogiatto Cavagnari

Abranches: Benedito Correia de Freitas, Martin Kaiser, Antônio Krainiski, Padre José Joaquim Goral, Vitório João Brunor, Coronel João Cândido Muricy

Barreirinha: Deputado Edgar Távora, Rua dos Pinheiros, Professor Leonardo Cobbe, Professor Guilherme Butler, Luiz Carlos Boavista do Rego Monteiro

Cachoeira: Engenheiro Francisco Xavier Driesel, Nair Schultz Helvig

Este slideshow necessita de JavaScript.

Moisés

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: