Coritiba passa mais um jogo em branco e tem crise aumentada

Coxa tem dificuldades no ataque. Foto: Albari Rosa/Foto Digital/Tribuna do Paraná.

derrota no clássico, neste sábado (12), aumentou a crise no Coritiba. Com Jorginho no comando da equipe, em cinco jogos, o Alviverde conquistou uma vitória, duas derrotas e dois empates no Brasileirão (Sport, Botafogo, Atlético-MG, Goiás e Athletico).

“É trabalho, não existe outra forma. É levantar a cabeça, botar os jogadores com foco. Não adianta ficar reclamando. Nós vamos sair dessa zona de rebaixamento com toda certeza”, disse o treinador.

Além disso, o ataque não vive uma boa fase. Dos cinco confrontos, em quatro, o Coxa passou em branco, com o pior ataque do Brasileirão. No clássico, Jorginho escalou Igor Jesus, Sassá e Robson, mas sem ter uma opção ofensiva no banco de reservas, o que fez falta para o segundo tempo.

“Os três atacantes que temos, que podem jogar na área, começaram o jogo. É uma necessidade nossa um atacante de área. Precisamos contar com jogadores que estão acostumados com esse tipo de competição. O que a gente precisa é ter um equilíbrio na equipe”, finalizou.

Na próxima semana, além de ter um período maior para treinar e corrigir os erros, o treinador ganhará o reforço do meia Sarrafiore, que chega por empréstimo do Internacional. No domingo (20), o Coritiba tem pela frente o Vasco, no Couto Pereira, às 16h00.

Fonte: Trinuna do Paraná – André Ribas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Athletico ganha confiança para o retorno da Libertadores

Após a vitória sobre o Coritiba por 1 a 0, pela 10ª rodada do Brasileirão, o Athletico vai confiante para a encarar o Jorge Wilstermann pela Libertadores. Esse é o pensamento do técnico Eduardo Barros, que também admitiu que o time ainda precisa de evoluir. “A gente chega na Bolívia carregado de […]