SESQUICENTENÁRIO DA IMIGRAÇÃO POLONESA NO PARANÁ.

Gazeta do Abranches
Foto: Arquivo Google

No dia 30 de setembro de 1871 chegaram as primeiras famílias de imigrantes poloneses ao 3º Quarteirão de Curityba, nos arrabaldes da cidade, nas imediações da atual Cruz do Pilarzinho, no sentido oeste, em direção ao Rio Barigüi. Do grupo inicial de 16 famílias aqui chegadas, algumas ali permaneceram, integrando-se aos imigrantes de outras etnias, tais como os caboclos descendentes de portugueses, os negros africanos, austríacos e italianos, formando a então Colônia do Pilarzinho. Outras destas primeiras famílias se estabeleceram nas Mercês e região.

Preocupados em marcar dignamente a data comemorativa dos 150 anos da imigração polonesa ao Pilarzinho, um grupo de lideranças da região composto por descendentes de poloneses e estudiosos da história do bairro, reuniu-se pela primeira vez, em 26 de outubro de 2019, na sede da Província da Congregação da Missão, dos Padres Vicentinos, na Rua Jaime Reis, sob a liderança do sábio Padre Lourenço Biernaski, com o objetivo de compilar dados oficiais e criar uma agenda comum de comemoração do sesquicentenário da imigração da etnia polonesa ao Paraná, pois geograficamente o Pilarzinho está situado na Capital do Estado, legitimando a argumentação geográfica.

Reuniram-se inicialmente a cada mês até março de 2020, contando com a adesão de um grande e eclético grupo de intelectuais, religiosos, escritores, fotógrafos, pesquisadores, folcloristas, esportistas, lideranças polacas, Núcleo BRASPOL do Pilarzinho, membros das sociedades culturais da cidade, representante do interior com grande conhecimento sobre a cultura polonesa no Sul do Estado, e criaram por fim, uma Comissão que organizou vários projetos em um calendário anual com sugestões para as comemorações, a terem lugar durante o ano de 2021.

Após aprovado em reuniões esse calendário e composta a diretoria da Comissão, foi dado conhecimento ao Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, legítimo representante do Governo Polonês no Paraná, o qual recebeu, após debates e ajustes, a aprovação dessa autoridade, e manifestou aplausos pelo trabalho desenvolvido.

Naturalmente, tratou-se desde o início estes eventos como organização de uma comissão representativa do Bairro Pilarzinho onde tudo teve início, mas tem-se sempre presente que comemorar a chegada de um povo a um ponto geográfico é livre a quem o queira fazer, pois considera-se que a cultura, a história, são um patrimônio da humanidade, não podendo um grupo ou sociedade arvorar-se de detentora dos fatos que pertencem a uma etnia.

Desta forma, foram tomados cuidados para manter a originalidade e fidelidade cultural desses projetos, evitando qualquer desvirtuamento ou desrespeito com esta importante etnia que ajudou a formar a nossa Kurytyba e o Paraná.

Entretanto, devido ao estado sanitário que atravessamos desde março de 2020, com a pandemia da COVID-19 e em respeito ao sofrimento das famílias, ao isolamento social e luto pela perda de tantas vidas, não foi divulgada ainda uma programação dos festejos pretendidos, ainda que o sesquicentenário ocorra neste ano de 2021, pois a solidariedade à sofrida população está acima de qualquer júbilo comemorativo, esperando-se cumprir, após a volta à normalidade social, ainda que com efeito retroativo, todas as festividades comemorativas merecidas, num prenúncio de renovadas esperanças.

Maiores informações se encontra sempre através do Grupo de Facebook “Pilarzinho – 150 Anos de Colonização Polonesa” que inclusive está aberto a colaborações pertinentes ao evento e postagens de material da cultura polonesa.

COMISSÃO PRÓ FESTEJOS DOS 150 ANOS DA IMIGRAÇÃO POLONESA NO PILARZINHO

30/09/1871 a 30/09/2021

Execução em Parceria: Núcleo BRASPOL do Pilarzinho, Casa da Cultura Polônia Brasil e Núcleo BRASPOL de Almirante Tamandaré

Presidente de Honra: Padre Lourenço Biernaski (41 32230561 ramal 25)

Presidente Executiva: Marilia Gava Manikoski Pietruk (41 985080250)

Vice-Presidente Executivo: Jorge Luiz Kalinowski (41 999873158)

Coordenação Executiva: Alcides Ziemniczak (41 991295428) e Volnei Lopes da Silva (41 999785657)

Coordenação Esportiva: Rafael Gava Stepniowski (41 992226938), Francisco Paulo Trautwein (41 992323332) e Rafael Balestieri (41 996233139)

Coordenação Religiosa: Padres, Mauro Zandoná (41 998041397), Lourenço Biernaski e Zdzislaw Malczewski (51 994074242)

Coordenação Institucional: Vereador Mauro Ignacio, Dr. José Gorski (Renato Gorski 41 999255887), Jorge Kalinowski.

Coordenação Cultural: João Carlos Czwiklinski (Casa da Cultura Polônia Brasil 41 999751607), Prof. Lourival Araujo Filho (41 987067910), João Carlos Bugalski (Núcleo BRASPOL de Almirante Tamandaré 41 999795087), Elizabete Schreiber (41 984464612)

Coordenação de Imagens: Fotógrafos, Daniel Castellano (41 999014891) e João Urban (41 992033331)

Coordenação de Literatura: Prof. Aimore Indio do Brasil Arantes (41 999966519), Profa. Maria do Carmo Ramos Krieger (41 991289899), Volnei Lopes da Silva (41 999785657), Ana Laura Wedderhoff (41 999116135) e Prof. Valdir Antoniacomi (41 998963314).

Coordenação de Comunicação: Bruno Kullock Barroso (41 992138232), Danuta Lisicki de Abreu (filha Diana 41 999712937) e Fabiano Scremin Schwonka (41 997663633)

Coordenação Comercial e Marcketing: Bruno Kullock Barroso e Fabiano Schwonka.

Coordenação de Logística: Roberto Carlos Pietruk (41 984950960)

Coordenação do Interior do Estado: Profa. Nelsi Antonia Pabis (42 991117102)

Coordenação de Relações Internacionais: Padre Zdzislaw Malczewski (51 994074242) e Barbara Karolina Wojciechowska Kullock Barroso (41 991989265)

 

Ass: Marilia Gava Manikoski Pietruk

Presidente da Comissão dos Festejos dos 150 anos da Imigração Polonesa no Bairro Pilarzinho, em Curitiba-PR.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Next Post

Curitiba bate recorde de vacinação e segue com 2ª dose nesta segunda-feira

A partir desta segunda-feira (19/4), a campanha de imunização contra a covid-19 em Curitiba atenderá apenas grupos do cronograma da segunda dose (veja abaixo), e a repescagem para idosos de 65 anos ou mais que ainda não foram vacinados com a primeira aplicação. Entre sexta-feira (16/4) e sábado (17/4), a […]